Tratamentos naturais acontecem à muito tempo. Como você acha que os povos indigenas se cuidavam antes do flogo-rosa? Como você acha que as escravas tratavam corrimentos vaginais?

Ter bons habitos de higiene, principalmente com a área intima é essencial para a saúde (tanto para pessoas com vaginas, quanto para individuos com pênis). Nada de fazer duchas vaginais pois elas podem interferir no pH vaginal, o ideal é realizar a limpeza de área externa da região íntima diariamente com sabão neutro ou íntimo. A vagina não tem grandes segredos, mas o penis precisa que se puxe o prepúcio para que você possa remover o “queijinho”.  E sempre urine quando der vontade, não deixe para a última hora e mantenha a área íntima sempre seca e arejada.

E o anus? O anus também faz parte da higiene intima. Recomenda-se sempre secar a vulva de frente para trás, para que não haja contaminação das bacterias anais na vulva. Além disso, durante o sexo anal, passar o cheque é menos importante do que contrair doenças e não é preciso lançar mão da duchinha para fazer a limpeza “o uso da ducha dentro do ânus é completamente desnecessário. Inclusive, há o perigo de traumatizar o canal anal”, segundo Henrique Fillmann.

Lembre-se a vagina é autolimpante, e o corrimento é algo normal das mulheres, especialmente em períodos menstruais. Contudo, quando o corrimento apresenta características anormais, como mudança na cor, consistência, cheiro ou quantidade, é hora de procurar um médico.

Mudanças a serem observadas:

  • Consistência: o fluido fica mais fino do o normal ou mais grosso e texturizado
  • Cor: o corrimento é cinza, verde, amarelo ou marrom
  • Volume: mudança significativa ou inesperada no volume
  • Cheiro: peixe, metal ou apenas diferente

Cuidados Naturais

Tratamentos com matérias-primas naturais é de conhecimento ancestras e são utilizados até hoje. Durante toda a história da humanidade, veremos como o padrão de beleza se transforma e como mulheres e homens utilizaram (e utilizam) da natureza como forma de melhorar sua imagem assim como Cleopatra, Chica da Silva, Maria Antoniette. Usar a natureza é extremamente conveniente, pois reduz a ingestão de produtos pesados ou nocivos, além disso muitas marcas naturais não realizam testes em animais e dessa forma você ajuda a criar uma nova visão do que é cuidado e seus rumos nos próximos anos.

“Certo, mas como posso mudar a minha relação com produtos de higiene naturais?”. O conhecimento é o ponto de partida para essa nova jornada, assim como as propriedades e funções de cada erva e criar uma rotina para que você se acostume com o uso. Tenha em mente que observar as mudanças do corpo é importantíssimo, pois a qualquer reação alérgica você deve suspender o uso e procurar um médico.

Barbatimão (redução do corrimento)

Com estudos comprovados, o barbatimão é uma alternativa para o tratamento e prevenção de infecções e inflamações causadas por microrganismos. Para aquelas que não sabem, o barbatimão é conhecido pelas famosas garrafadas que muitas avós faziam para a redução do corrimento vaginal.

Vocês sabiam que a Universidade Federal de Alagoas (UFAL) desenvolveu uma pomada de barbatimão para uso intimo, que auxilia no tratamento da HPV?

 

Como utilizar as ervas

Você pode utilizar o barbatimão, vinagre de maçã e ervas como a Melaleuca, que também é anti-bacteriana e anti-fúngica na forma de banhos de assento para cuidado da região íntima. O vinagre de maçã possui o mesmo pH da vagina e a combinação com as ervas ajuda a reduzir coceira, corrimentos, desconforto além de prevenir doenças como candidíase.

Hoje em dia, o barbatimão é facilmente encontrado em produtos de higiene pessoal. Existe um produto muito bom, que me foi apresentado pelo Meu Cabelo Natural, o sabonete espumante lavanda e barbatimão da Unevie. Infelizmente, eu moro fora do Brasil e é difícil de encontrar, mas minha mãe e irmã fazem do mesmo. Esse sabonete é uma espuma de limpeza 100% natural e feito á mão com ingredientes vegetais. Sem sulfatos ele limpa sem agredir e pode ser utilizado para uso íntimo como para a pele do rosto, sendo agradável e suave, perfeito para peles sensíveis.

Além da espuma, a Unevie também criou o sabonete natural glicerinado de lavanda e barbatimão também para uso íntimo. Ou você pode querer experimentar o sabonete líquido de barbatimão da saboaria Sal da Terra, elaborado com Aloe Vera e Melaleuca. Ele possui pH neutro e aroma suave, podendo ser utilizado em todo o corpo, em especial como sabonete íntimo.

Não se esqueça que é preciso ter uma loja de confiança que você saiba a procedência dos produtos. Felizmente, temos lojas como a Meu cabelo Natural que tem um extenso portfólio que simplifica a inserção deles no seu dia-a-dia.

Naomi Faustino é colunista aqui no MundoPoo, focada em compreender a beleza por outro viés, e utilizar a natureza como nossa amiga em diversos sentidos. Ela compartilha os seus conhecimentos através do seu instagram @autorizese.