Esta semana recebi várias perguntas sobre a polêmica Deva Curl, que envolvia seus produtos associados a queda capilar. Esta situação começou com um vídeo de uma mulher a paquistanesa que mora nos Estados Unidos, relatou que o uso continuo dos produtos Deva, causou inclusive cabelos mais finos.
Mas, será que é verdade que Deva Curl danifica os cabelos? Produtos de higienização e tratamento podem causar danos aos fios?
Sera que foi um lote do produto com problemas, a fórmula?
Entenda!

Você pode conferir o vídeo da polêmico da Ayesha Malik (paquistanesa morando nos Estados Unidos)

O QUE SABEMOS SOBRE POLÊMICA DEVA CURL NO BRASIL

A polêmica começou no exterior e não teve casos registrados no Brasil, mas no passado a marca já havia enfrentado problemas desse tipo ao tentar entrar no Brasil pela primeira vez. A marca teve que adaptar ao mercado brasileiro e passar pelos órgãos reguladores. E conseguiu prosperar no país desde então. Leia Polemica Deva Curl 2016.
Os relatos dos consumidores no exterior envolvendo a Deva Curl extrangeira são: queda de cabelo, quebra de cabelo, queimaduras e reações alérgicas no couro cabeludo, descamações e outros problemas. Recomendamos que entre em contato o atendimento ao cliente da marca caso voce enfrenta esses problemas!
Mas afinal de contas: o que está acontecendo com a Deva Curl? Será que esse problema vai impactar os produtos da Deva Curl Brasil?

COMO FUNCIONA A LEGISLAÇÃO COSMÉTICA NOS EUA E BRASIL?

No Estados Unidos, quem regulamenta os Cosméticos é FDA (Foods and Drugs Administration) e apesar de não existir um registro online de componentes da fórmula antes do lançamento do produto no mercado como ocorre no Brasil, a FDA através da FD&C Act (em português, Lei Federal de Alimentos, Medicamentos e Cosméticos dos Estados Unidos) pode tomar medidas coercitivas caso o produto não esteja de acordo com suas normas. A instituição assim como a nossa aqui no Brasil, garante acima de qualquer coisa, a segurança do produto cosmético para o seu consumidor e proíbe a comercialização de cosméticos com “qualquer substância venenosa ou prejudicial que possa torná-lo prejudicial aos usuários nas condições de uso prescritas na rotulagem ou nas condições de uso habituais e usuais”, ou “qualquer substância podre ou em decomposição”. Além disto, garantindo a integridade da composição descrita no rótulo, delimita que “rotulagem falsas ou enganosas” serão punidas de acordo com a lei. Também possuem uma listagem de substâncias proibidas e outras de uso restrito.

Apesar de não constar em lei, a FDA orienta que os fabricantes realizem testes toxicológicos. No Brasil a Anvisa determina o mesmo a medida que novos componentes químicos são desenvolvidos e exige perante a lei que eles sejam realizados antes de qualquer produção cosmética. Desta forma novos ingredientes exigem novos testes toxicológicos.
A Deva Curl possui produtos diversos e algumas composições químicas divergem dos produtos brasileiros. Estas divergências do mesmo produto americano e brasileiro, acontece por conta de várias questões, sejam elas preferências brasileiras ou até disponibilidade de importação de componentes das fórmulas.

As composições dos produtos Deva Curl nem sempre é igual a composição brasileira. O No Poo brasileiro por exemplo, possui composição diferente do No Poo americano.


SOBRE A DEVA CURL

Deva Curl é uma marca que inciou suas atividades nos EUA e se espalhos pelo mundo,  pioneira no tratamento de cabelos cacheados, crespos e ondulados, que disseminou os cuidados com os tratamentos com No Poo e Low Poo. Os produtos são isentos de petrolatos, parabenos e sulfatos.

Os nomes “Low Poo” e “No Poo” surgiram nos Estados Unidos depois de uma parceria entre o brasileiro Denis da Silva e a norte-americana Lorraine Massey. Em 1990, a dupla abriu uma rede de salões em Nova York chamada Devachan — até hoje um sucesso estrondoso que fez de Denis um feliz milionário que lucra US$ 10 milhões de dólares por ano com o negócio.

É também de Denis e Lorraine os conceitos Low e No Poo, criados alguns anos depois da inauguração do salão como forma de oferecer uma linha mais natural de produtos para cabelos cacheados. Com o livro O Manual da Garota Cacheada escrito por Lorraine em 2002, os conceitos se popularizaram ainda mais, bem como a venda dos produtos nos Estados Unidos. Lorraine, então, deixou a direção da Devachan em 2013, pouco tempo depois que os produtos da Deva Curl começaram a ser vendidos no Brasil.

COSMÉTICOS DE GRAU 1 E GRAU 2:

Os produtos Deva, tanto no Brasil como nos Estados Unidos, são produtos de higienização capilar e tratamento condicionante. No Brasil, o seu registro está enquadrado como cosmético de Grau 1. São cosméticos de propriedades básicas como “limpar”, “condicionar”, “cabelos macios”.
Existem cosméticos de todos os gêneros: aqueles que alteram a camada interna (alisamentos, alinhamentos, químicas de ondulações, tinturas) e de higiene e embelezamento (hidratantes, condicionadores, higienizadores, perfumes para cabelos, finalizadores). Na cosmética conseguimos identificar estes produtos pelo seu pH e também sua capacidade de alteração das ligações de enxofre da estrutura capilar.
Então produtos de grau 1, por conta de serem mais simples em sua estrutura e função, precisam somente de notificação no portal da Anvisa, enquanto os produtos de grau 2, precisam de uma série de documentações e se submetem a análises específicas de segurança e eficácia ao que se propõem.  

pH COSMÉTICOS E INDÍCIOS DE SUAS FUNÇÕES

O pH (Potencial Hidrogeniônico) diz muito sobre os produtos que utilizamos. Os valores de pH variam de 0 a 14, onde zero é ácido, 7 neutro e 14 básico.
Produtos de pH 13 a 9 (básico) são identificados como descolorantes, relaxamentos de amônia, hidróxido de guanidina, hidróxido de sódio. São ácidos água oxigenada e formol pH entre 2 a 4 (acido). Shampoos comuns (pH 5), condicionadores (pH 5/4), máscaras de tratamento e sprays de embelezamento, possuem pH entre 4 e 7 e diferente dos demais citados, não produzem qualquer alteração na estrutura capilar (cadeiras de enxofre). Produtos que promovem alteração capilar que requer comprovação, são enquadrados na Anvisa como Grau 2.

 

Basicamente a função de um shampoo sem sulfato (low poo) e de um higienizador sem espuma (no poo) ambos cosméticos de Grau 1, é remover a sujeira dos cabelos e do couro cabeludo. Um produto cosmético intitulado alisante a base de tioglicolato por exemplo, rompe as pontes de dissulfeto (dois átomos de enxofre) A ” base” do fio capilar é formada por ligações (pontes) de dissulfeto (dois átomos de Enxofre), vai até o cortex do fio e remodela a estrutura do cabelo. Este é um cosmético de grau 2.

RESPOSTA DEVA CURL À COMUNIDADE AMERICANA

A Deva Curl fez uma declaração a Comunidade Deva pela primeira vez em 4 de fevereiro:

À nossa comunidade Deva,
Há mais de duas décadas, o DevaCurl nasceu de conversas com pessoas como você e de nossos salões e estilistas sobre o que você queria e precisava para abraçar seus cachos. Como resultado, nossa comunidade cresceu e incluiu milhões de Devas em todo o mundo que usam nossos produtos todos os dias. Quando essa conversa inclui discussões sobre produtos e segurança, estamos tão envolvidos quanto você. Estamos empenhados em fornecer as informações necessárias para continuar usando o DevaCurl com confiança.
–> Continue lendo 

A empresa divulgou dia 11 de fevereiro uma mensagem no Twitter, anunciou  a criação de um site para falar do assunto e abrir ao público como está tratando os problemas com seus produtos e cainda como funciona o suporte ao clientes lesados. Acesse o site de suporte!
Site CurlCare leia aqui: https://www.devacurl.com/us/curlcare
Grupo de Suporte no Facebook: https://bit.ly/37KEMxL
Matéria do Vice sobre o Assunto:
https://www.vice.com/en_us/article/k7…

Kamrin White - Polêmica Deva Curl

Kamrin White – Polêmica Deva Curl

DEVO USAR DEVA CURL

Quedas relacionadas a produtos de grau 1, são de verdade bem difíceis de acontecer. Xampus, condicionadores e mascaras de tratamento, não possuem potencial químico para afinar cabelos, assim como não possui potencial químico para fazê-los cair. Ativos naturais da fórmula, são sempre inseridos com porcentagem de segurança segundo o fabricante do ativo. Testes de estabilidade cosmética (em climas e condições diversas) e testes toxicológicos são feitos levando em conta uma margem de segurança grande. Especificamente, se tratando de produto cosmético, a queda capilar pode estar associada a alergias que muitas vezes se desenvolvem ao longo da vida pela superexposição de alguns componente da fórmula, mesmo que o componente seja aprovado no Brasil ou no exterior para uso em cosméticos. Ainda é preciso dizer que, os Estados Unidos parecem dialogar melhor com a análise mais apurada da Europa no tocante a componentes danosos para nosso corpo, afinal muitos componentes cosméticos são proibidos por lá, mas permitidos em outras partes do mundo. Já o Brasil ainda está longe nesta caminhada.

Outra questão importante que não podemos deixar de lado é a saúde do couro cabeludo. O No Poo, higienizador sem espuma é uma das alternativas de cuidados para determinados tipos de couros cabeludos porém a limpeza periódica com um shampoo low poo, com composição adequada ao couro cabeludo é essencial. O uso errado dos produtos, pode causar processos inflamatórios no couro cabeludo que por consequência pode também causar queda, descamação e/ou irritabilidade.

Recomendamos que para qualquer problema capilar busque ajuda de um especialista em patologias capilares ou mesmo vá ao médico dermatologista e, também entre em contato com o atendimento ao cliente da marca que utilizou para se receber o devido suporte!

CONHEÇA OS PRODUTOS DA DEVA CURL

Em 2002, a Deva Curl foi pioneira na categoria de tratamento capilar com o lançamento do No-Poo Original, essa alternativa revolucionária ao shampoo tradicional. Este foi o primeiro shampoo sem espuma, livre de sulfatos, parabenos e silicones para limpar suavemente os cachos sem remover os óleos naturais que os torna saudáveis, maleáveis e simplesmente lindos. O No-Poo mudou a indústria e a vida de incontáveis ​​pessoas. Conheca os produtos! Clique na imagem abaixo!

polêmica devacurl-produtos

Carla Carvalho

Afro-empresária. Conectando pessoas reais ao mundo natural, popular e acessível.
Fundadora da empresa Meu Cabelo Natural, primeira empresa varejista (e-commerce e loja física) especializada em cosméticos isentos de derivados de petróleo e agentes de limpeza agressivos (Low/No Poo) e do MCN salão, primeiro espaço de beleza naturalista a preços acessíveis com foco em cabelos naturais. Formação em cosmética natural, aromaterapia e estudante de pós graduação em Tricologia Cosmética. Instagram: @carlatcarvalho
Carla Carvalho

Últimos posts por Carla Carvalho (exibir todos)